MEDALHA ETELVINA LIMA

 

A comenda concedida pela nossa autarquia, denominada “Medalha Etelvina Lima”, criada através da Portaria CRB-6 001/2005, estabeleceu os seguintes parâmetros de concessão, conforme art. 1º do dispositivo anteriormente mencionado:

 

Art. 1º. Fica instituído o prêmio MEDALHA PROFESSORA ETELVINA LIMA no âmbito do Estado de Minas Gerais, a ser conferido pelo Conselho Regional de Biblioteconomia da 6ª. Região – CRB-6, a um profissional Bibliotecário com registro no CRB-6 de destaque na área de Biblioteconomia; pessoa física ou jurídica, do setor público, privado ou movimentos sociais com atuação no âmbito do Estado de Minas Gerais e que tenha se destacado com ação em prol da Biblioteconomia.

 

A Portaria CRB-6 127/2012 que incluiu o Estado do Espírito Santo para também ser agraciado com a entrega da honraria, inovou em relação a periodicidade de concessão do prêmio, que se estabeleceu por meio da seguinte regra:

 

Art. 2º.  A MEDALHA PROFESSORA ETELVINA LIMA será conferida trienalmente, sempre no segundo ano da respectiva gestão do CRB-6, e será entregue durante as comemorações da SEMANA DO BIBLIOTECÁRIO, inicialmente em número de três (03) para cada Estado, conforme explicitado no artigo anterior, durante solenidade específica para tal fim.

 

Para a escolha dos agraciados, temos a seguinte disposição que estabelece a criação da comissão organizadora da comenda:

 

Art. 3º.  Serão nomeadas pela Diretoria do CRB-6, anualmente, até o mês de novembro, uma Comissão para o Estado de Minas Gerais e outra para o Estado do Espírito Santo visando a indicação dos 06 nomes, 03 para cada Estado, a serem agraciados com a MEDALHA PROFESSORA ETELVINA LIMA, comissão esta composta de 05 (cinco) membros, a saber: 1- Presidente ou Vice-presidente do CRB-6; 2- 01 Conselheiro da mesma autarquia que não faça parte de sua Diretoria ou Delegado Regional para os casos em que a premiação for estabelecida para o território de sua atuação; 3- 01 membro da academia escolhido dentre os membros do corpo docente das escolas de Biblioteconomia do estado de Minas Gerais e do Espírito Santo, respectivamente; 4- 01 membro representante do Poder Público municipal, estadual ou federal, no âmbito do Estado de Minas Gerais e do Espírito Santo, respectivamente; 5- 01 Bibliotecário atuante nos Estados em que o CRB-6 exercer sua jurisdição.

(Alteração dada pela Portaria CRB-6 236/2015)

 

Buscando o histórico da premiação, hoje temos a seguinte trajetória com a concessão do prêmio:

 

2005

 

No ano de 2005, a agraciada foi a bibliotecária MARIA HELENA SANTOS, por decisão da Comissão, na categoria “Profissional Bibliotecário de destaque na área de Biblioteconomia”. Em 2007, a agraciada foi a bibliotecária CLAUDIA ANDRADE DE BARROS, por decisão também da Comissão, sendo a REDE GLOBO DE TELEVISÃO escolhida para receber a comenda na categoria “pessoa física ou jurídica, do setor privado, com atuação no âmbito dos Estados de Minas Gerais” e a PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE, como pessoa física ou jurídica, do setor público, com atuação no âmbito dos Estados de Minas Gerais”.

 

2010

 

No ano de 2010 houve a indicação de 04 (quatro) profissionais: AGDA VAZ TONELLI MENEZES (vencedora), THARCILLA VIVACQUA MARTINS, JOANA D’ARC INACIO FERREIRA, ANGELA MARIA NOGUEIRA e a escolha foi encaminhada para decisão dos bibliotecários através de enquete no site institucional da autarquia. Como empresa privada, foram eleitas a COMPANHIA VALE e como instituição pública, a FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE BELO HORIZONTE.

 

O nome MEDALHA ETELVINA LIMA, se concretizou devido ao histórico da profissional, referência para a classe bibliotecária:

 

Etelvina Lima foi uma das pioneiras da Biblioteconomia no estado de Minas Gerais. Dentre outras ações, ela foi uma das fundadoras do curso de Biblioteconomia do Instituto de Educação, anos depois incorporado à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em 1966, Etelvina fundou a Biblioteca Universitária da UFMG, que contou com a implantação do Serviço Central de Informática, embrião de um catálogo centralizado de todas as universidades públicas brasileiras. A professora morreu aos 80 anos, em agosto de 1999.

(por André Campos – Assessor de Imprensa CRB-6 em 2013)

 

2013

 

No ano de 2013, concorrem as bibliotecárias do estado de Minas Gerais: LILIA VIRGINIA MARTINS SANTOS, MARIA CLEA BORGES, MARIA DE FATIMA MIRANDA CHAVES e VILMA CARVALHO DE SOUZA. A vencedora em Minas Gerais foi a Bibliotecária VILMA CARVALHO DE SOUZA. No Estado do Espírito Santo foram indicadas as bibliotecárias ISABEL CRISTINA LOUZADA CARVALHO, NAZIAN AZEVEDO MORAES, MARIA JOANA DE SOUZA, IDA MARIA SOARES BRAGA. A vencedora foi a bibliotecária ISABEL CRISTINA LOUZADA CARVALHO. As bibliotecárias foram escolhidas por meio de enquete publicada em nosso blog (blog.crb6.org.br) e também pelo site da autarquia (www.crb6.org.br).

Como instituição do setor público mineira foi escolhida a BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL LUIZ DE BESSA e do setor privado a empresa DOCUMENTAR. Como instituição do setor público capixaba foi escolhida a PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA e do setor privado a UNIVERSIDADE VILA VELHA. A premiação em Minas Gerais ocorreu no dia 15 de março de 2013, na Academia Mineira de Letras. No Espírito Santo a solenidade foi realizada no dia 08 de março de 2013, no Auditório Manoel Vereza, do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas da UFES.

 

2016

 

No ano de 2016, as indicadas para a premiação na categoria pessoa física foram as profissionais do estado de Minas Gerais: BERNADETE SANTOS CAMPELLO, MARGARITA TORRES FONSECA, MARIA REGINA DE OLIVEIRA ALCANTARA e SINDIER ANTONIA ALVES. A escolhida pelos profissionais em Minas Gerais foi a Bibliotecária MARGARITA TORRES FONSECA. Como instituição do setor público mineira foi escolhida a ESCOLA DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO DA UFMG e do setor privado o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO (SESC-MG).

No Estado do Espírito Santo as indicadas foram: ANGELA MARIA BECALLI, DULCINEA SARMENTO ROSEMBERG, ELIZETE TEREZINHA CASER ROCHA e NORMA PIGNATON RECLA LIMA. A escolhida pelos bibliotecários capixabas foi a profissional ELIZETE TEREZINHA CASER ROCHA. O CENTRO CULTURAL SESC GLÓRIA e o SISTEMA DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO receberam a comenda nas categorias pessoa jurídica do setor privado e público, respectivamente.

 

2019

 

Em 2019, tivemos as seguintes indicadas para a categoria pessoa física no Estado de Minas Gerais: CLEIDE APARECIDA FERNANDES, JULIA GONÇALVES DA SILVEIRA E MARCIA LUCIA PIMENTA NEVES. A escolhida pelos bibliotecários foi a profissional JULIA GONÇALVES DA SILVEIRA. Na categoria instituição do setor público a escolhida pela comissão foi a PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO ALEGRE e na categoria instituição do setor privado, foi escolhida a SOCIEDADE INTELIGÊNCIA E CORAÇÃO.

No Estado do Espírito Santo tivemos os seguintes bibliotecários escolhidos na categoria pessoa física: ANA MARIA DA SILVA, ELIANA TERRA BARBOSA e MARCELLE DA SILVA COELHO QUEIROZ. Na categoria pessoa jurídica de direito público tivemos como vencedor o SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO. Na categoria pessoa jurídica de direito privado, foi escolhida a REDE GAZETA como agraciada.